sábado, 24 de outubro de 2009

Madrid

"Eu sou donde nasci.
Sou de outros lugares"
João Guimarães Rosa

Madrid parecia uma cidade cenografica,
o bairro de Salamanca perfumado e chick,
ruas com arvores que nos dias de um verão quente,
serviam de sombra.

no Museu Del Jamon,
uma espécie de Restaurante,
ponto de encontro dos madrilenos,
serve-se aos seus clientes o melhor
pão com presunto que ja comi.

Na Plaza Mayor,
Músicos e artistas de rua
se revezam para entreter os turistas,
Uma agradável mistura de arte e culinária,
pois é possível jantar, nos restaurantes que abraçam
a Praça, sempre movimentada.

O centro,
nos mostra que Madrid,
não é uma cidade cenográfica,
mesmo limpa, as pessoas,
aqui já são menos, "arrumadas"
trabalhadores e turistas se misturam
na noite badalada da ciudad,
que é considerada a Capital baladeira
da Europa

No Museu Reina Sofia,
perdi o fôlego...
ao me deparar com a aquela
que é considerada a obra prima do
maior a artista do siglio XX,
Pabloo Picasso,
Guernica (óleo sobre tela)
grande e majestosa,
os visitantes (inclusive eu)
nem piscavam diante da maior representação pictórica,
política da Espanha.

Um comentário:

dayana disse...

nossa muito bom!!!!!